Buscar
  • Daiane Oliveira

A Nega

Vida de negro é difícil, é difícil como o quê... Mas, já pensaram a vida da nega?

Seu filho de 10 anos já sabe que precisa pedir a benção quando sair e nunca correr, mesmo que seu corpo esteja tomado de medo, quando a polícia chegar na favela.

Com 15 a preocupação aumenta muito. RG é farda e não pode sair do bolso e a nega se pergunta...

Quem vai acreditar que aquele menino alto e forte é um doce e só gosta de jogar futebol com os amigos? Quem sabe que ele não trabalha para o tráfico? Quem vai impedir as balas de escolherem seu corpo como alvo em supostos tiroteios?

Mas se o menino já está com 18 anos e votou estatística, a nega tem que levar a carteira de trabalho para provar com um registro empresarial que o garoto não merecia aquele destino.

E a nega chora, além de não ter mais seu filho, tem que conviver com a dor da imagem dele mostrada na TV como suspeitos de um crime que nunca cometeria. Quando tem perícia, mesmo sem pólvora nos dedos o laudo aponta troca de tiros. Quando tem investigação, além de lenta é arquivada depois de longos anos por falta de provas...

E o pai do seu filho? Foi embora assim que ele nasceu. Conheceu uma moça mais nova, ele gostava de adolescentes e fugiu com ela para não ser preso por pedófila. Nunca ligou para saber da criança, ou dela. Mas, costumava se gabar de ter um filho homem, pelo que chegava aos seus ouvidos...

E se a vida de nego é difícil, imagine a da nega. Que mesmo diante de tudo, ainda precisa acordar e fazer tudo sempre igual, com um sorriso no rosto e ouvir que precisa ser forte.

24 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram

©2018 by Elas Fora da Curva. Proudly created with Wix.com